segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Ponte Preta 0 x 1 Sport - Narração: Aroldo Costa, Rádio Jornal



Com belo gol de Diego Souza, Sport fecha em alta e deixa Ponte em jejum

Em despedida sem responsabilidade para os times, Leão leva a melhor graças ao talento individual do meia; Macaca se despede com quatro derrotas nos jogos finais

A despedida de Ponte Preta e Sport em 2015 teve o brilho solitário de Diego Souza. Em partida de baixo nível técnico e sem grande importância para os times, o meia garantiu a vitória ao Leão por 1 a 0 na tarde deste domingo, com um belo gol no segundo tempo em um Majestoso vazio.

A última rodada do Campeonato Brasileiro reflete a reta final das equipes: o Sport fecha em alta, enquanto a Macaca encerra o ano em jejum. Com o resultado, o Leão chegou aos 59 pontos e terminou na sexta colocação. São duas vitórias consecutivas e três partidas de invencibilidade para coroar uma campanha positiva.

Apesar da recente queda de rendimento, a Ponte também tem motivos para comemorar. Afinal, cumpriu o objetivo de permanecer na elite nacional. No entanto, ficou devendo na reta final. Foram quatro derrotas nos últimos cinco jogos sem vitória. Agora os clubes pensam exclusivamente na próxima temporada. 

O jogo

A falta de responsabilidade pelo resultado deixou o jogo aberto. Os jogadores até demonstravam interesse, mas a concentração evidentemente não era a mesma. Até por isso os erros aconteciam em excesso. A Ponte tentou aproveitar os espaços ao insistir pela direita no começo. Foi por ali que saíram dois cruzamentos para Leandrinho quase marcar. A primeira passou por cima do travessão, e a outra parou em Danilo Fernandes. Foram os únicos lances de emoção. 

Se a iniciativa foi da Macaca no primeiro tempo, o Sport voltou para o segundo tempo com postura mais agressiva. Ainda assim, a partida ficou longe de empolgar, como já era esperado. A Ponte chegou a ter um gol de Tiago Alves mal anulado. Diante do fraco nível técnico, o talento individual fez a diferença. Em lançamento preciso de Durval, Diego Souza dominou com categoria, tirou Fábio Ferreira da jogada e tocou na saída de João Carlos para abrir o placar, aos 16 minutos. 

A Ponte ainda tentou o empate, mas faltou inspiração. Os times entram em férias com sentimentos distintos. O Sport fecha em alta, já a Macaca, apesar de cumprir o objetivo de permanecer na elite, teve uma reta final melancólica.

Seguidores