quarta-feira, 6 de maio de 2015

Grupo JBS-Friboi diz a Mercadante que não concorda com Kátia Abreu à frente da Agricultura

Representante do Agronegócio, agora a Senadora Kátia Abreu tem um adversário à altura para assumir o ministério da Agricultura.

O empresário Joesley Batista, um dos donos do grupo, esteve na quarta-feira com o chefe da Casa Civil do governo, Aloizio Mercadante, com quem tratou do tema em uma reunião reservada, fora da agenda oficial do ministro.

O JBS doou ao todo R$ 352 milhões nas eleições de 2014, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), dos quais R$ 69,2 milhões foram destinados à campanha de Dilma à reeleição. Também desembolsou R$ 61,2 milhões aos postulantes a uma vaga na Câmara dos Deputados e R$ 10,7 milhões aos candidatos ao Senado.

Apesar do volume aplicado na bancada ruralista, Kátia Abreu, que tentou e conseguiu renovar seu mandato de senadora pelo Tocantins, não recebeu nenhuma doação do JBS. 
Maior doador da eleição faz lobby contra nome de Dilma para chefiar Agricultura - Política - Estadão

Seguidores