domingo, 29 de janeiro de 2017

Cirurgia polêmica de Romário – Craques que vi

Romário perde dez quilos com operação experimental e não indicada ao seu caso

A razão da súbita perda de peso foi uma cirurgia a qual ele se submeteu no final de 2016 – a mesma que fez o apresentador Faustão há oito anos. 

O cirurgião que realizou a operação, Áureo Ludovico, garante que a indicação e a legalidade do procedimento foram obedecidos, mas a comunidade médica diz que não é bem assim. 

 
INDICAÇÃO PRECISA 

 Áureo diz ter criado a técnica que promove o reposicionamento do íleo (parte final do intestino), levando ao controle da diabetes tipo 2 e da obesidade. 

De fato, o método, em estudo em várias partes do mundo, mostra-se eficaz no combate à doença. Assim como ele, outras intervenções do gênero promovem mudanças hormonais que resultam no controle da enfermidade. 

“Os resultados são bons”, afirma Caetano Marchesini, presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica.

Mas acaba aqui o consenso médico em relação à cirurgia que Romário fez. 

No Brasil, esse tipo de operação só pode ser indicado a pacientes com Índice de Massa Corporal (IMC) acima de 40 ou com IMC igual ou maior que 35 e que apresentem 21 doenças associadas à obesidade, como a diabetes. 

O senador teria apresentado IMC 28. Áureo nega. “Ele tinha IMC 31 e manifestava uma diabetes descontrolada”, diz o médico. 

Seguidores