segunda-feira, 4 de maio de 2015

O Aécio deve ter adorado ouvir Eduardo Cunha dizer: "Nunca em nenhum momento nós falamos que seríamos oposição"

Após a proclamação do resultado, simpatizantes do novo presidente da Câmara gritaram seu nome em plenário e houve queima de fogos comemorando a vitória do lado de fora do Congresso. Ao discursar logo depois de tomar posse, Cunha adotou tom conciliador.

"Estamos aqui para ser o presidente e não somente daqueles que votaram no nosso nome. As disputas se encerram na apuração e todos somos deputados iguais", disse.

"Nunca em nenhum momento nós falamos que seríamos oposição e também falamos que não seremos submissos e não seremos submissos", afirmou.
Cunha: não há retaliação; disputa acaba aqui | Brasil 24/7


Seguidores