segunda-feira, 4 de maio de 2015

Janot condiciona acordo a confissão de culpa de executivos da Lava Jato

 "Eles (advogados) disseram que ficaria muito difícil para as pessoas físicas reconhecer culpa. A partir do momento que uma pessoa não quer reconhecer culpa em uma delação premiada, não há possibilidade de acordo", disse Janot, ao chegar para a sessão de ontem do Supremo Tribunal Federal.

Dirigentes das empreiteiras envolvidas na investigação estão presos desde o dia 14, quando foi realizada a sétima fase da Operação Lava Jato, batizada de Juízo Final.
Janot condiciona acordo a confissão de culpa de executivos da Lava Jato - Política - Estadão

Seguidores