quarta-feira, 6 de maio de 2015

Em volto aos mistérios que cercam a F-1 em 2015, Fernando Alonso pode abandonar o automobilismo

As informações não são precisas e até cercadas de mistérios sobre a saúde mental de Fernando Alonso. Neste final de semana surgiram histórias sobre perda de memória e que segundo o jornal inglês 'Daily Mirror, o piloto espanhol pode ter que abandonar sua carreira no cockpit.

Alonso está fora da primeira etapa do Mundial de F-1, o Grande Prêmio da Austrália, por conta de um acidente sofrido no período de testes no circuito da Catalunha, na Espanha. Os homens fortes da Fórmula 1 preferem dizer que o seu afastamento é apenas precaução e os Dirigentes da MacLaren tem se esforçado para justificar o acidente na Espanha, mas sem convencer muito, uma vez que se o acidente não foi tão grave como pregam, então porque o bi campeão não poderá alinhar no grid?

De acordo com o periódico sensacionalista inglês, que diz ter ouvido algumas fontes próximas ao piloto, o estado de saúde do espanhol está preocupante e ele pode abandonar sim, sua carreira na Fórmula 1.

Com a crescente onda de boatos, a McLaren se apressou em confirmar o retorno do piloto na segunda etapa do Mundial, no Grande Prêmio da Malásia, no dia 29 de março.

A causa do acidente, segundo um comunicado da McLaren, foi os fortes ventos no circuito da Catalunha. Mas algumas pessoas dentro da F-1 desconfiam que Alonso tenha recebido uma descarga elétrica, o que de alguma forma afetou a memória recente de Fernando Alonso.
CORREIO | O QUE A BAHIA QUER SABER: Ivan Dias Marques: o mistério que ronda a Fórmula 1 em 2015


Seguidores