quinta-feira, 25 de julho de 2013

Após briga com Rogério Ceni e 8 derrotas, diretor de futebol do São Paulo caiu via @Reinaldo_Cruz #QuestãoBrasil

Adalberto Baptista criticou Rogério Ceni e perdeu a queda de braço
Adalberto Baptista não é mais diretor do São Paulo. Nesta quinta-feira, o dirigente entregou uma carta de demissão ao presidente Juvenal Juvêncio e, em comum acordo, deixou o cargo vago em meio ao momento mais conturbado da história do clube, que vem de uma sequência de oito derrotas seguidas e 11 partidas sem vencer.

O dirigente vinha sendo muito contestado nos últimos dias, especialmente após um atrito público com Rogério Ceni, capitão do time. Adalberto deu uma entrevista coletiva na qual criticou o goleiro, disse que ele estava jogando com dores, e foi rebatido pouco depois pelo camisa 1, que se defendeu e garantiu estar 100%, além de uma fazer crítica velada às ausências do diretor em momentos decisivos, como na Libertadores . A situação deixou alguns jogadores irritados com Adalberto, que passou a ser ainda mais criticado internamente.
Leia mais: Após oito derrotas, diretor de futebol do São Paulo deixa o cargo - Futebol - UOL Esporte

Seguidores